Imprensa Notícias
Fonte: A Gazeta

Projeto incentiva agricultura sustentável em Mato Grosso


27 de Janeiro,2014
Com a denominação “Campanha Brasil Orgânico e Sustentável para a Copa do Mundo de 2014”, projeto tem como objetivo incentivar a comercialização e o consumo de produtos orgânicos e da agricultura familiar antes e durante o megaevento esportivo nas 12 cidades brasileiras onde vai acontecer. Dessa forma, agricultores e pequenos empresários da agroindústria vão poder comercializar seus produtos nos quiosques do Brasil Orgânico e Sustentável no Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Belo Horizonte, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife e Salvador, durante todo o evento. Estão à frente da iniciativa os ministérios do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e Desenvolvimento Agrário (MDA). O MDS publicou uma chamada pública direcionada a empreendimentos da agricultura familiar que tenham a intenção de comercializar seus produtos nos quiosques. Segundo o diretor do Departamento de Geração de Renda e Agregação de Valor da Secretaria da Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Nilton Pinho de Bem, as cooperativas que fazem parte da campanha são apoiadas pelo MDA por meio de políticas públicas como o Programa de Ater Mais Gestão (para gestão de cooperativas) e os programas de compras públicas da agricultura familiar. A campanha pretende promover a abertura de novos mercados de comercialização, incentivar o consumo de alimentos saudáveis e deixar como legado uma cadeia produtiva mais estruturada. O Projeto Território da Cidadania na Baixada Cuiabana, coordenado pela Unidade do Agronegócio do Sebrae em Mato Grosso, credenciou um grupo de produtores para participarem da Campanha. Este projeto atende os 14 municípios localizados na região do Vale do Rio Cuiabá, com ações dos programas de Micro e Pequena Empresa (MPE), Microempreendedor Individual (MEI) e Produção Agroecológica, Integrada e Sustentável (Pais). De acordo Yane Thé, analista do Sebrae da Área de Desenvolvimento do Pais, foram ofertados quites de irrigação Territorial, em um momento inicial, a partir para 15 produtores, que foram treinados e orientados durante 1 ano. Agora, depois deste período, estes produtores já estão aptos a comercializarem seus produtos no contexto que envolve a Copa do Mundo de 2014. “Nossa proposta era qualificar essas famílias para que produzissem produtos 100% orgânicos, e alcançamos este objetivo. Os detalhes finais da certificação estão sendo concluídos para que todos estejam prontos para este evento mundial, que está muito próximo. Isso porque com essa certificação, aumenta o valor agregado dos produtos, além de diminuir os custos de produção”. Na avaliação de Ricardo Willian Santiago, gerente da Unidade de Agronegócio do Sebrae, os técnicos da empresa trabalharam ainda para a criação de agroindústrias para que estejam aptas a atuarem na comercialização dos seus produtos também na Copa do Mundo de 2014. Segundo ele, um dos pontos mais importantes a serem trabalhados com estes empreendedores é a questão da gestão. Isso porque muitas dessas agroindústrias já existiam, porém tinham uma certa deficiência na condução do empreendimento e seus aspectos legais. “Focamos na questão de prepará-los para que estejam prontos para atender o mercado como um todo, aumentando sua produtividade, com mercadorias de qualidade, certificadas e com embalagens adequadas para comprovar sua origem”, explica. O empresário cuiabano João Pedro Rodrigues Correa, por exemplo, disse que estava há 20 anos no mercado, mas só depois de ter recebido as orientações técnicas do Sebrae MT conseguiu melhorar a gestão e comercialização de seus produtos. Denominada Pedrinhos Alimentos, a empresa de João Pedro tem conquistado o seu espaço, comercializando comidas tipicas com Buffets da Capital. Contudo, conforme Pedrinho, como é chamado, um dos pontos fortes de sua empresa é a fabricação da massa de bolo de arroz. “Todos os produtos que trabalho são tipicamente cuiabanos, seguindo a tradição do seu preparo, é onde nos destacamos. Posso afirmar que estamos preparados para atender os turistas e temos certeza que vão gostar do que temos para oferecer”.